Calêndula


Para aquele indivíduo cuja raiva explosiva provoca lesões no corpo físico, etérico, mental e emocional. Sua raiva age como um corrosivo. Para o indivíduo acometido por úlceras, erupções na pele, câncer, aids, etc. Todos os distúrbios que fazem lesão e destruição de algum órgão ou sistema. A flor resgata o amor da luz solar – arquétipo paterno – reencaminhando a energia destrutiva para retecer e recriar o que o indivíduo destrói.

Remoe a raiva e vai de um extremo ao outro. É a pessoa que está sempre destruindo ao seu redor, com sua fúria violenta, através da palavra e do pensamento (emitem pensamentos destrutivos em relação a outras pessoas e/ou costumam ter seus aparelhos elétricos estragados frequentemente). Essa personalidade pode oscilar entre a extrema passividade e a extrema agressividade. Constantemente testa os demais para certificar-se se é bem quisto ou não. Quando sente-se querido assume conduta passiva; quando não, explode agressivamente. “Ou bem me querem ou me rejeitam”.

O núcleo emocional é o sentimento de rejeição, frente ao qual o indivíduo reage com extrema violência. Não integra amor e rejeição. Quando sente-se rejeitado abandona pessoas e situações repentinamente. Não reconsidera e não reconstrói laços. Reprime seu sentimento de amor para não se expor a novo risco de rejeição. Essa planta é vulgarmente conhecida como Mal-me-quer-Bem-me-quer. Nasce em terrenos baldios, solos esgotados e/ou queimados.

  • Nome científico: Calendula officinalis
  • Nome comum: Bem-me-quer-mal-me-quer
  • Família: Asteraceae
  • Virtude: Amor, aceitação, regeneração
  • Desarmonia: Ódio; raiva explosiva; ruptura; rejeição; pensamento, expressão verbal e ação destrutiva

Calêndula
Foto da flor de Calêndula
Calêndula
Solução-estoque de Calêndula