Cheirosa


Trabalha as personalidades que vibram nos arquétipos: “prostituta” x “santa”: a personalidade extremamente sedutora, vaidosa, falante; ou extremamente simples, despojada, silenciosa, ermitã. A essência trabalha o sentimento de solidão ativo nas duas personalidades. Ou ela enfeita-se e brilha para atrair; ou permanece no claustro sem conseguir se aproximar. Ambas sofrem uma solidão da qual não conseguem se libertar. Numa, a solidão e baixa auto-estima ficam na sombra, prevalecendo o brilho e o poder de sedução no comportamento; e na outra o desejo de brilhar e se aproximar vive na sombra e o indivíduo sente-se incapaz de superar sua baixa auto-estima e estabelecer contato afetivo. Nos dois aspectos as relações estabelecidas são superficiais. Não há uma genuína intimidade e entrega, devido a um padrão arraigado de solidão que oferece segurança. Há um medo do indivíduo perder sua individualidade nas relações.

A essência auxilia a pessoa a integrar-se consigo mesma e com o outro. Desenvolve a capacidade de socialização. Trabalha as dificuldades sexuais, tanto masculinas quanto femininas, oriundas desse conflito.

  • Nome científico: Hyptes
  • Nome comum: Cheirosa, Falso-manjericão
  • Família: Labiatae
  • Virtude: entrega, fusão, intimidade afetiva
  • Desarmonia: dissociação entre sexo e afeto, solidão, auto-suficiência

Cheirosa
Foto da flor de Cheirosa
Cheirosa
Solução-estoque de Cheirosa