Paineira


A essência imprime força para a luta contra as trevas. A planta trabalha com a freqüência vibratória de Nossa Senhora, com a força necessária na linha de frente, na batalha entre treva e luz. O combate não é feito pela medida de forças opostas, mas sim pela força de atração para a luz da transformação e redenção.

Os espinhos da árvore simbolizam o escudo protetor. Quando o oponente espiritual se aproxima é lançado fora do campo energético da luz, e a dor é sua oportunidade de escolha de redenção. É a oportunidade de dar adeus à antiga e longínqua escuridão do egoísmo e dominação motivada pelo prazer da dominação.

Os estados emocionais trabalhados pela essência são: ressentimento, inveja, amargura, angustia e confusão causados por pressão de influência maligna espiritual. Também age nos sentimentos de abandono e desvalia. Vivências que são experimentadas durante o nascimento ou por ocasião da geração da individualidade. Este momento é vivido por muitas consciências como abandono por parte de Deus. Muitos a partir daí, engrossam as falanges do mal, com o intuito de vingar-se de Deus pelo abandono original.

  • Nome científico: Chorisia speciosa
  • Nome comum: Paineira, Paina, Paina de Seda
  • Família: Bombacaceae
  • Virtude: amor, compaixão, proteção, ancoramento na luz, transmutação
  • Desarmonia: desvalia, abandono, ressentimento, inveja, angustia, influência maligna espiritual

paineira
Foto da flor de Paineira
paineira
Solução-estoque de Paineira